Categorias
Economia Criativa

Paula Arandas

Paula Arandas

Paula é empreendedora para pagar a faculdade da filha

“Meu primeiro emprego com registro , estava lutando para subir de cargo para gerência, estava quase chegando lá , com esses acontecimentos nem sei se minha chefe vai conseguir me manter. Estou buscando conhecimento, cursos online, para realizar meus sonhos que sãos independência financeira, carro, viajem e conseguir pagar faculdade que minha filha que tanto ela almeja. “

FAÇA SUA DOAÇÃO

Categorias
Economia Criativa

Paloma Cordeiro

Paloma Cordeiro

Vendedora porta a porta de roupas

“Olá me chamo Paloma, sou vendedora de roupas porta a porta. Trabalho vendendo roupas desde meus 14 anos, hoje com 27 anos tenho dois filhos que me motivam a cada dia lutar e seguir meu sonho, que é ter minha loja de roupas. Atualmente tenho clientes que compram como encomenda comigo. Com muita força de vontade e muita luta alcançarei meus objetivos obrigada a todos.”

FAÇA SUA DOAÇÃO

Categorias
Economia Criativa

Luciene Marinho

Luciene Marinho

Produtora de eventos que busca mentoria para crescer

“Em 1996 comecei o trabalho com uma amiga como organizadora de eventos na área da saúde… Em 4 anos a sociedade acabou pois eu queria expandir Horizontes e minha amiga não. Em 2000 larguei a empresa e montei minha marca expansão eventos, e a palavra expansão era o gatilho do processo. Trabalhei com muitas associações de classe na área da saúde e em 2017 percebi que cometi o pior erro q eu poderia, só trabalhei a marca do meu cliente, percebi meu ótimo trabalho sendo dedicado ao outro e isso me frustrou. Me enxerguei com uma pressão arterial de 20x 15 e constatei q precisava mudar tudo na minha vida profissional. Meus contratos foram de 15 e até 20 anos e isso foi bom e ruim, pois a relação profissional se misturou com a pessoal e vivi um grande stress no processo de administrar e organizar eventos para meus clientes. Então decidi que não queria mais é que já era hora de promover meus próprios eventos. Em 2018 cancelei meu último contrato e com isso tbm me despedi dos meus honorários. Construí melhor a minha marca em 2019, defini meus produtos com a linha open meeting para saúde, melhor idade, papo de mulher, entre outros, porem, não sabia de uma coisa importante. Me perdi completamente no mundo do marketing digital, investi o que eu tinha guardado, não ganhei dinheiro em 2019 e tinha grande esperança para virar o jogo em 2020, quando o corona ganhou a temporada. No momento estou completamente sem dinheiro e sem rumo. Me sinto uma pessoa de talento, meu sonho? Conquistar valor para minha marca para em 10 anos ter uma empresa com estrutura de capacitação e referência em eventos. Assim como a HSM, empresa que eu namoro há anos. Foi querendo chegar no nível da HSM que me motivou a tomar todas as atitudes. Hoje preciso de ajuda e mentoria”

FAÇA SUA DOAÇÃO

Categorias
Economia Criativa

Zelma Migliori

Zelma Migliori

Sonha em ampliar seu ateliê, voltado para sustentabilidade e inclusão social.

“Eu realizo consertos em gerais em roupas e faço costuras criativas com sustentabilidade usando tecidos residuais. Essa é a minha paixão e amor, e é também meu sustento. Gosto muito de me capacitar constantemente para oferecer um serviço sempre com qualidade, pontualidade, amor e carinho. Meu desejo é crescer e montar uma equipe motivada igual a mim.”

FAÇA SUA DOAÇÃO

Categorias
Economia Criativa

Jana Mesquita

Jana Mesquita

Paixão pelos personalizados

“Eu sou a Jana e trabalho com produtos personalizados (camisetas, moletom, chinelos, canecas, azulejos, etc…). Minha maior motivação, são meus filhos. Principalmente o do meio, o Danilo. Tudo começou porque ele tem problemas de saúde e por ter que ir ao médico várias vezes na semana, eu não conseguia durar nas empresas. Então comecei a procurar alguma forma de ter uma renda trabalhando em casa. Foi aí que nasceu minha paixão pelos personalizados. Meu sonho é dar uma vida estável para meus filhos e montar um espaço físico para meus personalizados, assim vou poder contratar pessoas e gerar renda dentro da comunidade onde moro!”

FAÇA SUA DOAÇÃO

Categorias
Economia Criativa

Ivone Melo

Ivone Melo

Acredita que a fotografia não só nos faz bela como também eterniza a nossa história

“Tenho um pequeno escritório dentro da minha residência ao qual transformo em Studio Fotográfico para sessões como ensaios de Bebê, casais, gestante, nesse meio tempo sou publicitária formada em comunicação social – publicidade e propaganda, onde também atuo com desenvolvimentos de sites e cartões de visitas. Faço da minha profissão algo que traga alegria ao meu cliente em diversos momentos da sua vida, onde a fotografia não só nos faz bela como também eterniza a nossa história. Um pouco de mim!”

FAÇA SUA DOAÇÃO

Categorias
Economia Criativa

Flávia Melo

Flávia Melo

Tecendo criatividade para o lar

“Eu faço artesanato e tenho uma pequena oficina onde faço algumas roupas de malha, panos de prato e outras coisas para o lar. Já fazia antes o artesanato e vendia na empresa. Minha mãe ficou doente e agora procuro fazer as coisas em casa, porque ela é idosa e não tem como ficar sozinha. Sou muito criativa. Gosto de me aperfeiçoar sempre que posso. Amo o que faço e o melhor é ficar perto das pessoas que amo. Quero muito contratar pessoas pra me auxiliar e fazer um curso de modelagem de lingerie para as pessoas que usam tamanhos grandes.”

FAÇA SUA DOAÇÃO

Categorias
Economia Criativa

Branca Prates

Branca Prates

Sustenta a sua família com o seu trabalho e sonha em ter uma loja de artigos para artesanato.

“Eu sempre gostei muito de artesanato. Aprendi muito cedo a costurar e fazer crochês e nunca mais parei. Hoje com o dinheiro que ganho com meus artesanatos sustento minha família. Meu sonho é um dia abrir uma loja de artigos para artesanato e fazer vendas também pela internet.”

FAÇA SUA DOAÇÃO

Categorias
Economia Criativa

Cris Silva

Cris Silva

Gosto de registrar sonhos em todos seus detalhes.

“Sou fotógrafa e designer. Tenho especialidade na área de Design digital e de superfícies. Sempre gostei de trabalhar com criatividade. Tratar imagens, criar posters, flyers, etc. Mas surgiu oportunidades de registrar casamentos. E fotografar sorrisos e momentos como este me deixa muito feliz. Gosto de registrar sonhos em todos seus detalhes. A empresa cresceu em 2017 e 2018. Em 2019 sentimos os efeitos da crise e neste ano de 2020 todos eventos cancelados devido a pandemia. Alguns remarcados para o próximo ano. Já atendia empresas com vídeos institucionais. Tivemos que remodelar parte do nosso trabalho para atender mídias digitais. Mas no momento está sendo uma luta sobrevivermos está crise. Tenho estreitado todos os custos pessoais para não atingir o caixa da empresa.”

FAÇA SUA DOAÇÃO

Categorias
Economia Criativa Saúde & Bem-Estar

Cris Moura

Cris Moura

Fraldas e cuidados para bebês e vovôs acamados.

“Trabalho junto a minha irmã em nossa loja de fraldas ” Reino das Fraldas”. A realização de um sonho, pois aos 16 anos meu primeiro emprego foi em uma loja de fraldas. Nessa loja eu conheço a mágica de atender com carinho….de acompanhar esse momento tão especial que é o momento da família das pessoas. Conheci e acompanhei muitas famílias que iam até a loja para comprar uma lembrancinha para dar a notícia da gestação desde quando este mesmo bebê nasceu e depois até o momento em que ele saiu das Fraldas. E muitas outras coisas… Nós somos uma família muito grande na minha casa sempre aprendemos a dar valor à família. E essas coisas marcaram a minha juventude e eu sempre tive vontade de ter a minha própria loja de fraldas e artigos para bebês. O tempo se passou e com a necessidade a minha irmã ficou desempregada e como eu conhecia um pouco sobre fraldas e produtos para família decidimos montar uma loja. Também sou cuidadora de idosos e com a experiência que eu tenho… nós conseguimos ajudar muitas famílias que tem os seus pais, avós, tios que caem numa situação difícil, que é a situação da velhice… que tem a necessidade de usar fraldas ou ficar acamados. Nós conseguimos ajudar com a nossa experiência e sempre buscando conhecimento até mesmo indo na casa do cliente para dar dicas e ajudar no que for preciso desde a venda de um produto, até até dicas com os cuidados. Também conseguimos colaborar com o nosso bairro e com muitas meninas jovens com pouca experiência e muito imaturas com dicas de cuidados com os bebês dicas de cuidados com a gestação e sempre ajudando no que podemos. O que nos motiva hoje a estar no nosso empreendimento mesmo nessa crise é saber o quanto é valioso nós podemos estar ajudando essas pessoas. A nossa loja Reino das Fraldas não é só uma loja, é a nossa casa, é o nosso sonho que aos poucos está sendo realizado… amadurecendo junto com os nossos clientes, desde o bebê até o vovô acamado. Nosso trabalho é difícil, mas superamos qualquer dificuldade quando o que fazemos é feito com amor.”

FAÇA SUA DOAÇÃO